Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens

subscrever feeds


Comentários recentes

  • Anónimo

    MUITO INTERESSANTE!

  • Anónimo

    Agir de forma realista, e esperar que o tempo reve...

  • Anónimo

    Desde que a ajuda não tenha motivos escondidos.......


Notas




Visitas

Flag Counter by Stats4U Show Stats for this Counter



Borboletas: Invasão na Sibéria

Segunda-feira, 03.07.17

Diversas borboletas do tipo Aporia crataegi, que se destacam pela cor branca com listras pretas nas asas, tem sido encontradas aos montes em algumas partes do país. Enquanto alguns especialistas acreditam que o fenómeno se deva a temperaturas incomuns, como verões superquentes, outros insistem não haver anomalia.

No início de Junho, os usuários da Instagram publicaram centenas de imagens de borboletas brancas na Sibéria. Elas estavam por toda parte – nas ruas da cidade, em parques e florestas, e não temiam as pessoas. Muitos acreditavam que fossem borboletas brancas de repolho que são conhecidas por sua capacidade de destruir plantações não só de repolho, como de couve-flor e couve-de-bruxelas.

<a  data-cke-saved-href="https://vk.com/albums38770101?z=photo38770101_456240299%2Fphotos38770101" href="https://vk.com/albums38770101?z=photo38770101_456240299%2Fphotos38770101" target="_blank">Anna Vasilenko</a>

Embora essas borboletas brancas com listras pretas sejam menos ameaçadoras, elas gostam de devorar folhas das árvores, sobretudo macieiras e outras frutíferas.

Anna Vasilenko

A fêmea pode friccionar suas asas entre si e perder muitas de suas escamas, o que resulta em “um visual quase transparente quando comparado com as asas brancas do macho. "O propósito desse comportamento é um mistério”.

 

Entre as cidades que presenciaram o “apocalipse das borboletas", como descreveu o “Jornal Siberiano”, incluem Tomsk, Krasnoyarsk, Novosibirsk e outros locais de menores dimensões.

 

Alguns cientistas siberianos garantem, no entanto, que não existe qualquer anomalia na chegada de tal quantidade de borboletas.

<a  data-cke-saved-href="https://vk.com/albums38770101?z=photo38770101_456240299%2Fphotos38770101" href="https://vk.com/albums38770101?z=photo38770101_456240299%2Fphotos38770101" target="_blank">Anna Vasilenko</a>

Durante vários anos, a população de borboletas brancas com listras negras esteve “em declínio”, disse Wladimir Romanenko, director da Faculdade de Zoologia de Invertebrados na Universidade em Tomsk, à RIA Nôvosti. “Isso é normal para a maioria dos insectos: diminuem por alguns anos, e depois ocorre rápido crescimento da população”, completou. No ano que vem, a Sibéria pode receber ainda mais dessas borboletas, segundo Romanenko. “A natureza funciona do jeito que tem que ser.”

<a  data-cke-saved-href="https://vk.com/albums38770101?z=photo38770101_456240299%2Fphotos38770101" href="https://vk.com/albums38770101?z=photo38770101_456240299%2Fphotos38770101" target="_blank">Anna Vasilenko</a>

Lew Wartapetow, da Academia Russa de Ciências, acredita que a primavera fria encurtou e “concentrou” o ciclo de vida das borboletas no início de Junho.

“Milhares de espécies se reúnem perto de poças d’água e riachos”, conta.

<a  data-cke-saved-href="https://www.instagram.com/anzhorik/" href="https://www.instagram.com/anzhorik/" target="_blank">Anzh (Proselkova) Druzhinina</a>

Outro fenómeno natural impressionante, também conectado com essas borboletas, ocorre quando esses insectos deixam o estágio de pupa.

Nesse momento, elas parecem sangrar, e as gotas vermelhas secam nas folhas da árvore. Com a primeira tempestade, forte, essas gotículas se transformam em uma verdadeira “chuva de sangue”.

 

 

Também outros insectos proliferam este verão na Sibéria. Alguns deles seguiram atrás de um automóvel:
https://vk.com/video1400913_456239192

 

 

Temas relacionados:

 - “PORTA PARA O SUBMUNDO” REVELA FLORESTAS ANTIGAS

SIBÉRIA: FORMAÇÃO DE 7.000 BOLHAS DE GÁS (VIDEOS)

CAVERNAS ANTIGAS DA SIBÉRIA REVELAM-SE MINAS DE ANTIBIÓTICOS

SIBÉRIA: ENTRE CALOR E "UNICÓRNIOS"

 

Fonte:

Ria Novosti

Fotos:

Anna Vasilenko

Anzh Proselkova Druzhinina

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos