Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens


Comentários recentes

  • Anónimo

    Os ministros e governos deviam ler urgentemente o ...

  • Anónimo

    O estado tuga caótico e histérico como sempre pret...

  • Maria Oliveira

    ha um livro interessante sobre a INTUICAO, que nao...


Notas







Europa: 10 cidades das mais antigas

Sexta-feira, 02.02.18

Estabelecidos entre o século VII antes de Cristo e o 9 d.C., locais valem a visita!

 

Smolensk (século IX) 

Legion Media

 

A primeira menção registrada sobre a cidade data do ano de 862 e se refere a ela como centro político da tribo Krivitchi. Em 882, Smolensk foi tomada pelo príncipe Oleg, de Nôvgorod, e tornou-se parte do antigo Estado russo, a Rus Kievana. 

 

Murom (século IX) 

Legion Media

 

Principal cidade da tribo fino-úgrica de Muroma, Murom foi fundada às margens do rio Ob. Sua primeira menção ocorre em crônicas do ano 862. Um enorme centro mercantil, Murom também era a fortaleza ocidental do antigo Estado russo.

 

Rostóv Velíki (século IX) 

Legion Media

 

Rostóv Velíki (Rostov, a Grande) foi fundada pela tribo fino-úgrica de Meria, e no século IX tornou-se parte do Estado russo. Foi uma das mais desenvolvidas e densamente habitadas cidades da Rússia.

 

Velíki Nôvgorod (século VIII) 

Legion Media

 

Apesar de Velíki Nôvgorod (Nôvgorod, a Grande) aparecer pela primeira vez em crônicas no ano de 859, suas origens datam do século 8. Ela foi o coração do antigo Estado russo  até 882, quando a capital foi transferida para Kiev.

 

Aluchta (século VI) 

Legion Media

 

Fundada por ordem do imperador bizantino Justiniano I no século 6 como Alouston, a cidade se tornou uma  importante fortaleza no litoral sul da península da Crimeia. Seu nome moderno, Aluchta, apareceu no século XV.

 

Sudak (século III) 

Legion Media

 

Fundado pelos nômades alanos no ano 212 da Era Cristã, o assentamento era conhecido como Sougdaia. Durante a Idade Média, a cidade mudou de governantes diversas vezes: bizantinos, khazari, cumanos e mongóis. A cidade recebeu seu nome atual, Sudak, durante o governo otomano (entre os séculos XV e XVIII).

 

Evpatoria (século V antes de Cristo)  

Legion Media

 

Colonos gregos fundaram no século 5 antes de Cristo este assentamento de Kerkinitis, que era conhecido como um centro mercantil próspero até o século II antes de Cristo, quando foi destruído pelos citas. Não se sabe muito sobre o centro da cidade durante a Idade Média, quando a fortaleza otomana de Gözleve foi fundada ali. No ano de 1783, a cidade recebeu seu nome atual.

 

Feodosia (século VI antes de Cristo) 

Legion Media

 

A cidade foi fundada por colonos gregos no século VI antes de Cristo. Desde 355 antes de Cristo, ela havia sido parte do Reino do Bósforo. Após ser devastada pelos hunos no século IV, a cidade tornou-se campo de batalha entre o Império Bizantino e os khazari, e assim foi até o século XIII, quando ela caiu no domínio dos mongóis.

 

Derbent (século VI antes de Cristo) 

Legion Media

 

Antes da reunificação da Crimeia com a Rússia em 2014, Derbent era considerada a cidade mais antiga do país. Acredita-se que ela tenha sido fundada no século 6 antes de Cristo, apesar de os moradores locais afirmarem que ela tem mais de 5.000 anos.

Conhecida como “Os portões do Cáspio”, Derbent estava localizada na encruzilhada das civilizações e conectava norte a sul, leste a oeste. Como parte do antigo Estado Caucasiano da Albânia, a cidade foi centro da cristianização do Cáucaso, mas desde sua conquista pelo Califado Umayyad, no século VIII, Derbent tornou-se fortaleza do Islã na região.

 

Kertch (século VII antes de Cristo) 

Legion Media

 

A maior concorrente de Derbent pelo título de cidade mais antiga da Rússia, Kertch foi fundada sob o nome de Panticapaeum por colonos gregos de Miletos no século VII antes de Cristo.

Em épocas diversas, a poderosa cidade foi capital do Reino do Bósforo e do Reino do Ponto. Panticapaeum sofreu, mas conseguiu sobreviver durante a invasão dos hunos na década de 370.

Durante a Idade Média, a cidade mudou frequentemente de controle e nomes. Foi conhecida como Bósforo durante o governo bizantino (do século VI ao VII), Kartcha durante o domínio dos khazari (século VII ao X) e Kortchev quando pertenceu ao principado eslavo de Tmutarakan (do século X ao XII).

 

Fotos e fontes:
Gazeta Russa

Legion Media

 

Pode querer ler e ver:

CAPITAL RUSSA, A PRIMEIRA DA EUROPA A PROIBIR O CULTIVO E INTRODUÇÃO DE ALIMENTOS OGM

MOSCOVO/MOSCOU: 5 LOCAIS HISTÓRICOS PARA VIAGEM DE UM DIA NA REGIÃO

O METRO MOSCOVITA

A FESTA DA EPIFÂNIA EM JANEIRO

SIBÉRIA: ENTRE CALOR E "UNICÓRNIOS"

MARAVILHAS MUNDIAIS: VISITAR O LAGO BAICAL

QUADRICICLO RUSSO, PRÁTICO PARA TODO TERRENO

DESCUBRA A ENORME DIFERENÇA ENTRE A RÚSSIA E O RESTO DA EUROPA

RÚSSIA: UM HECTAR DE TERRENO PARA TODOS

VÁRIOS PAÍSES, DIVERSOS COSTUMES E HÁBITOS

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos


2 comentários

De Beia Folques a 02.02.2018 às 08:02

Maravilhas do Mundo.

De Medicinas Alternativas a 02.02.2018 às 08:39

Bom dia!
Concordo consigo.

Comentar post