Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor



Mensagens


Comentários recentes

  • Ciêncianazis

    Eu já não me interesso mais pela ciência atual com...

  • Arrefecimento GLOBAL

    O passado mês de agosto e também este mês foram do...

  • joão

    Fan...tástico. Mais barato ....e sem cheiro(s)João


Notas




Visitas

Flag Counter by Stats4U Show Stats for this Counter

Blogsportugal



Quando partimos o que iremos encontrar?

Sábado, 15.04.17

Quereis saber para onde ireis quando deixardes a terra?
É simples: sereis naturalmente atraídos pelas regiões para as quais, ao longo da vossa existência, dirigistes os vossos desejos.
Se usastes as vossas energias para pedir a inteligência, o amor, a beleza, e para os realizar nesta vida, podeis estar absolutamente certos de que nenhuma força poderá impedir-vos de ir encontrá-los nessas regiões a que o vosso coração aspira.
Aqueles que se recusam a aceitar que existe vida depois da morte e permitem a si próprios toda a espécie de transgressões para satisfazer os seus desejos não têm a menor ideia dos sofrimentos que os esperam no além.
Ao passo que aqueles que procuram sintonizar-se diariamente com as leis divinas entram em relação com os espíritos da luz e esses espíritos vêm instalar-se neles: como eles os atraíram, esses espíritos criam uma associação com eles.
Mais tarde, quando eles deixarem a terra, quando o seu corpo físico se desagregar e todas as partículas que o compõem forem integrar-se de novo nos quatro elementos, eles encontrar-se-ão no outro mundo em companhia dos espíritos que atraíram.
Assim, sem o saber, sem conhecer ainda todos os amigos que dela farão parte, cada um de vós está a trabalhar para formar a sociedade em que viverá no além.
É esta a explicação para aquilo a que as religiões chamaram o Inferno e o Paraíso.

De Omraam Mikhaël Aïvanhov

Prosveta

Maitreya

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 08:11

A água é de todos