Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

subscrever feeds


Comentários recentes

  • Anónimo

    Tão felizes mas a mulher fugiu para a Alemanha!

  • Anónimo

    www.paulownia.pt

  • Cátia Mendes

    Não é só na escola que continuam a ensinar o mapa ...


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Berlim: Famosa pelos seus lagos, cada um diferente

Domingo, 24.04.16

Para aqueles que querem mergulhar no verão, Berlim é o lugar certo. Nenhuma outra metrópole europeia tem tantos lagos e uma tradição banhista tão antiga – mas é preciso tomar cuidado com o que se esconde debaixo d'água.

Há pelo menos 75 lagos dentro dos limites da cidade de Berlim, sendo o Wannsee o mais conhecido deles. Ele está localizado em Zehlendorf, no extremo sudoeste da cidade, e é famoso pelas suas vilas e jardins elegantes. Num dia de verão, a vista é como um cartão postal pitoresco: velas brancas num mar de ondas suaves sob o céu azul.

O Wannsee conecta-se a muitos outros lagos de Berlim por vários canais e afluentes. Embora ele seja o lago mais famoso da cidade, é também o menos interessante para se banhar.

O Wannsee possui uma extensa e bem conservada praia pública, mas de que adianta isso se, depois de caminhar um quilômetro para dentro do lago, a água ainda bate na cintura? O Wannsee é o destino perfeito para quem prefere não se molhar muito.

O seu irmão do lado leste, o lago Müggelsee, tem uma atmosfera menos elegante e mais rústica, um pouco daquele ar da antiga Alemanha Oriental, mas é mais indicado para as pessoas que realmente gostam de se molhar. O Müggelsee é maior e, quando a cidade foi dividida, era o lugar favorito dos berlinenses orientais, que lá relaxavam, nadavam, andavam de bicicleta e barco, além de caminhar pelas trilhas da floresta que o rodeiam.

Outro lago interessante de Berlim é o Tegelersee, localizado na parte norte da cidade. É conhecido por suas praias de areia branca e sete pequenas ilhas. A maior delas abriga uma escola agrícola completa, que conta até com uma fazenda.

Existem três ilhas que podem ser alcançadas de barco. O território delas é dominado por hortas particulares, vigiadas possessivamente por seus proprietários. E não é para menos! Imagine ter sua própria horta numa ilha, um paraíso completo com uma pequena casa de madeira e muito conforto numa das cidades mais animadas do planeta.

Mas considere-se avisado: quando se trata de lidar com visitas, os moradores destas ilhas defendem a antiga reputação de hostilidade dos berlineses. Se você conseguir lidar com uma recepção "fria", o Tegelersee pode fazer seu dia, com uma linda paisagem da ilha.

O "Lago Ness" de Berlim

Cada lago de Berlim tem sua própria personalidade e atrai um grupo específico, como famílias, nudistas, pescadores, jovens, admiradores da natureza, arruaceiros ou donos de cães. O Schlachtensee, no entanto, é um lago popular entre todos os tipos de banhistas. Ele fica apenas a alguns minutos de trem/comboio partindo do centro da cidade e a estação está a poucos passos da beira do lago.

Há, no entanto, uma particularidade neste lugar idílico. Segundo uma lenda urbana, ele é a casa do monstro marinho Nessi. A lenda de Berlim pode não superar o majestoso mito do lendário Lago Ness – mas qual outra metrópole ultramoderna pode se vangloriar de ter um monstro marinho em seu quintal?

A lenda do Nessi começou há alguns anos. Em 2008, uma jovem nadava pelo Schlachtensee e foi mordida na perna por uma criatura misteriosa que surgiu inesperadamente do fundo do lago. Ela ficou seriamente ferida e acabou no hospital.

Quando o incidente chegou aos jornais, muitos pescadores afirmaram ter visto uma criatura ameaçadora em diversas ocasiões. As autoridades municipais se mostraram pouco dispostas a aceitar a existência de um moderno monstro aquático. Elas preferiram dizer que se trata de um siluro gigante.

Segundo a Wikipédia, um siluro é um peixe caçador que usa suas nadadeiras peitorais para criar um redemoinho e, em seguida, sugar a presa com a boca, que mais parece um aspirador a vácuo. Dessa forma, ele engole a presa inteira. Uma descrição bem parecida com a de um verdadeiro monstro marinho.

As autoridades de Berlim, no entanto, não estão nem aí para a potencial ameaça que o monstro representa. Resta a cada morador de Berlim escolher a versão que preferir da história e, se tiver coragem, dar uns mergulhos no Schlachtensee.

Para quem não quiser se arriscar restam inúmeros outros lagos, incluindo o Müggelsee e o Tegelersee. Ou melhor ainda: uma das muitas piscinas públicas da cidade. Elas podem estar cheias de barulho, crianças que adoram espirrar água e multidões comendo batata frita, mas pelo menos vêm com a garantia de que não escondem monstros nas suas águas.

 

Fontes:

DW

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.