Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

subscrever feeds


Comentários recentes

  • Anónimo

    Curioso é a Holanda ficar na mesma.

  • Anónimo

    A ciência virou anedota total pois ela não acerta ...

  • Anónimo

    Já conhecia essa localidade e continua a ser inter...


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Moscovo/Moscou: 5 locais históricos para viagem de um dia na região

Sábado, 26.08.17

1. A beleza antiga de Kolomna

O kremlin (fortificação) desta cidade, 100 quilômetro a sudeste da capital, é um dos principais motivos para visitá-la. Ele tem um castelo medieval construído entre 1525 e 1531 e a entrada, gratuita, garante uma vista linda.

Kremlin de Kolomna (Foto: Legion Media)

Kremlin de Kolomna (Foto: Legion Media)

Depois de conferir as igrejas do kremlin, confira o Portão Piatnitski e o Museu Kalatchnaia, onde se pode descobrir a história do kalatch, o enorme e delicioso pão russo, além de prová-lo fresquinho. Visite também o museu da pastilá, o “marshmallow russo” e, se bater a fome, sente no Piérvaia Tcháinaia (Первая чайная) para o tradicional arenque com batatas.

Como chegar:

De trem: Pegue o trem/comboio suburbano da Estação de Trem de Kazan para Kolomna (ou Estação Golutvin). A viagem leva cerca de duas horas e o bilhete custa de 300 a 400 rublos. O último trem de Kolomna para Moscou sai por volta das 22h30. Confira os horários em www.tutu.travel.

De ônibus/autocarro: Pegue o ônibus na estação de metrô Kotelniki. A viagem leva cerca de 1h40 – se você não ficar preso no trânsito – e custa cerca de 250 rublos.

 

2. Elegância ortodoxa em Serguiev Posad

Esta cidade, localizada 65 quilômetros a nordeste de Moscou/Moscovo, abriga o maior e mais importante monastério ortodoxo, o São Sergius Trindade Lavra. Esta construção é dedicada a um dos santos mais venerados da Rússia: São Sergius de Radonej, e as pessoas ficam em fila durante todo o ano para se curvarem e rezarem diante de seus restos mortais.

Afrescos da Catedral da Assunção (Foto: Legion Media)

Afrescos da Catedral da Assunção (Foto: Legion Media)

Faça uma visita guiada para compreender melhor todos os mistérios do monastério de 1.200 anos, que foi centro de muitos eventos políticos grandes e chegou sofrer um cerco durante o Tempo de Dificuldades do começo do século 17.

O monastério tem 10 catedrais que valem a pena ser vistas. A Lavra é patrimônio da Unesco, e está entre os locais mais visitados da Rússia. Na Catedral da Trindade podem-se ver afrescos do grande pintor de ícones russo Andrêi Rublióv.

Quando um desejo mundano como a fome bater, em frente ao monastério está o Rússki Dvôrik, que tem os tradicionais pirojki, pelmêni e outros pratos russos deliciosos.

O Museu Estatal Abramtsevo, ali perto, tem ornamentos de casas de madeira do século 19 no estilo neorusso. Nos tempos do tsar, grandes artistas visitavam a área e trabalhavam ali, e os esboços de grandes obras de arte se mantiveram. É o caso de estudos de cerâmica de Mikhail Vrúbel.

Como chegar:

De trem: pegue o trem suburbano da Estação de Trem Iaroslavski para Serguiev Posad. O bilhete custa cerca de 200 rublos e a viagem leva 90 minutos. (Para Abramtsevo, desça na estação Abramtsevo).

De ônibus/autocarro: pegue o ônibus/autocarro que sai da estação VDNKh. Ele leva cerca de 75 minutos, sem contar os possíveis engarrafamentos, e também custa cerca de 200 rublos.

 

3. O lado pitoresco de Serpúkhov

Serpúkhov fica situada 95 quilômetros a sul de Moscou/Moscovo, na belíssima barragem dos rios Oka e Nara.

Em 1941, os nazistas chegaram a uma distância de seis quilômetros dessa cidade montanhosa. Depois de diversos contra-ataques soviéticos, os nazistas foram varridos a 150 quilômetros de distância para fora dela.

Hoje há um memorial da guerra no centro da cidade.

Monastério Visotski, em Serpúkhov (Foto: Legion Media)

Monastério Visotski, em Serpúkhov (Foto: Legion Media)

O kremlin de Serpúkhov está a uma distância que pode ser percorrida a pé do restaurante Gusarskaia Ballada, do parque Pinarski e do Monastério Visotski, todos no pitoresca barragem do rio Nara. 

Se você percorrer todos esses pontos, há mais duas opções nos entornos: a cidadezinha de Tarusa, na região de Kaluga, com o rio no pano de fundo, igrejinhas e um museu à poetisa Marina Tsvetaeva e Polenovo, na região de Tula, a bela propriedade do artista Vassíli Polenov.

Como chegar:

De trem/comboio: Pegue o trem na Estação Kúrski, em Moscou/Moscovo, para Serpúkhov. A viagem dura 2 horas e custa entre 250 e 300 rubles.

De ônibus/autocarro: Pegue o ônibus na estação de metrô/metro Iújnaia. O bilhete custa 250 rublos e a duração da viagem depende largamente do trânsito.

Para Tarusa e Polenovo:  Pegue um ónibus/autocarro da estação central de ônibus de Serpúkhov a Tarusa. Para uma experiência ainda mais rica, cruze de barco a distância de Tarusa a Polenovo pelo rio Oka.

 

4. A Jerusalém da região de Moscou/Moscovo

O monastério Nova Jerusalém reabriu recentemente após grandes reformas. Ele foi fundado em 1656 pelo patriarca Nikon, famoso por suas reformas dos ritos religiosos russos com tradições gregas – por exemplo, o de se fazer o sinal da cruz com três dedos.

O monastério Nova Jerusalém, que passou por reformas e reabriu recentemente (Foto: Legion Media)

O monastério Nova Jerusalém, que passou por reformas e reabriu recentemente (Foto: Legion Media)

Nikon também quis copiar os locais sagrados cristãos de Jerusalém. A Catedral da Ressurreição em Nova Jerusalém simboliza a Igreja do Santo Sepulcro, e o rio Istra, sobre as margens do qual o monastério foi construído, simboliza o rio Jordão, na Terra Sagrada.

A rotunda da Catedral da Ressurreição foi danificada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial e foi reformada recentemente. Também há um museu histórico no monastério.

Como chegar:

De trem: Pegue o trem da Estação de trem Ríjski ou Kúrski para a Estação Novoierusalimskaia. A viagem dura 90 minutos e custa 150 rublos.

De ônibus: Pegue um ônibus da estação de metrô Tuchinskaia. A viagem dura cerca de uma hora e custa 120 rublos.

 

5. Colinas Púchkin

Este é o local onde cresceu o maior poeta russo, Aleksandr Púchkin. Zakharovo é a pequena casa de madeira da avó de Púchkin, Maria Gannibal.

 Zakharovo (Foto: Legion Media)

Zakharovo (Foto: Legion Media)

Ali perto, nas pictóricas margens do rio Viazemka, está a propriedade aristocrática da família Golitsini, batizada Bolshíe Viazemi.

Durante a guerra franco-russa de 1812, o general russo Kutuzov e Napoleão dormiram neste palácio – em períodos distintos, claro!

Uma lenda até rezava que eles teriam dormido no mesmo sofá, apesar de ele já ter se desfeito há tempos.

Como chegar:

De trem/comboio: Pegue o trem/comboio da Estação de Trem Bielorrúskaia para a Estação Golitsino. A viagem leva cerca de uma hora e custa 100 rublos. A propriedade e parque Bolshíe Viazemi fica a cinco minutos a pé, e de lá se pode pegar um ônibus/autocarro ou táxi a Zakharovo. Outra opção é pegar um trem para a estação Zakharovo.

 

De Aleksandra Gúzeva

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.