Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Fevereiro 2018

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

subscrever feeds


Comentários recentes

  • Anónimo

    Curioso é a Holanda ficar na mesma.

  • Anónimo

    A ciência virou anedota total pois ela não acerta ...

  • Anónimo

    Já conhecia essa localidade e continua a ser inter...


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Intuição é a maior forma de inteligência

Segunda-feira, 12.02.18

A intuição, de acordo com Gerd Gigerenzer, diretor do Max Planck Institute für Menschliche Entwicklung é menos “saber” a resposta certa instantaneamente e mais entender instintivamente qual informação não é importante e, portanto, pode ser descartada.

Gigerenzer, autor do livro “Risiko: Wie man die richtigen Entscheidungen trifft” (ainda sem versão em português), diz ser, ao mesmo tempo, intuitivo e racional. “Em meu trabalho científico, eu tenho pressentimentos. Às vezes, eu não consigo explicar por que acho que um determinado caminho é o certo, mas eu preciso confiar nele e ir em frente. Eu também tenho a habilidade de verificar esses pressentimentos e descobrir no que eles consistiam. Essa é a parte científica. Agora, na vida pessoal, eu confio na intuição. Quando eu conheci a minha esposa, por exemplo, eu não fiz cálculos. Nem ela.”

Imagem: vanessamazza

 


No entanto, este não é um assunto no qual costumamos pensar. A intuição nunca foi considerada uma forma de inteligência. Porém, você consideraria que alguém que tem uma óptima intuição tem mais inteligência?

A resposta é sim, especialmente quando se trata de pessoas que já são intelectualmente curiosas, rigorosas na sua busca por conhecimento e dispostas a desafiar suas próprias conclusões.

Se tudo o que alguém faz é sentar em uma cadeira e confiar na intuição, ele não está exercitando muito a inteligência. Mas, se mergulhar mais profundamente em um assunto e estudar numerosas possibilidades, estará exercitando a inteligência quando o seu instinto diz o que é – e o que não é – importante.

Em alguns casos, a intuição poderia ser pensada como um entendimento claro de inteligência coletiva. Por exemplo: a maioria das páginas da ciberrede de hoje são organizados de uma maneira intuitiva, o que significa que são mais fáceis de entender e navegar. Essa abordagem, desenvolvida depois de muitos anos de caos online, emergiu como uma sabedoria popular sobre qual informação era supérflua e qual era essencial.

Theo Humphries argumenta que o design intuitivo pode ser descrito como “compreensível sem o uso de instruções”. Isso é verdade quando um objecto faz sentido para a maioria das pessoas, porque elas compartilham um entendimento comum de como as coisas funcionam.

O poder está na intuição disciplinada. Ao fazer seu trabalho braçal, usar seu cérebro e compartilhar argumentos lógicos, torna-se prudente confiar e respeitar seus poderes intuitivos. Mas, se você simplesmente sentar em sua rede e quiser confiar em sua intuição, é melhor tomar cuidado.

Apesar de essa ser uma paráfrase de seus pensamentos sobre o assunto, Albert Einstein foi amplamente citado pela frase: “A mente intuitiva é um dom sagrado e a mente racional é um servo fiel. Nós criamos uma sociedade que honra o servo e esquece o dom”.

Às vezes, um mandato corporativo, um pensamento de grupo ou o seu desejo de produzir um certo resultado podem fazer com que a sua mente racional vá na direcção errada. Em situações como essas, é a intuição que detém o poder de salvar você. Aquele “mau pressentimento” que insiste em ficar ali é a sua intuição dizendo que, não importa o quanto você queira ir nessa direcção, é o caminho errado a seguir.

Pessoas inteligentes escutam esses sentimentos. E as pessoas mais inteligentes ainda – aquelas que dão grandes saltos intelectuais – não podem fazer isso sem usar a intuição.

 

APOLOGIA DA INTELIGÊNCIA

RELAÇÃO ENTRE AMAMENTAÇÃO E INTELIGÊNCIA

REFLEXÃO DA SEMANA

 

Fontes:

lupocattivoblog

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.