Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Julho 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens


Comentários recentes


Notas





BPT



A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

As 7 Leis que regem a nossa vida

Terça-feira, 03.07.18

As Leis que regem a nossa Vida – Hermes Trismegisto e os Princípios Herméticos!

Imagem: apometriacosmica

 

Hermes Trismegisto, “Hermes, o três vezes grande”, foi um legislador egípcio, pastor e filósofo, que viveu na região de Ninus, por volta de 1.330 a.C. ou, até, antes desse período. 

Este verdadeiro sábio deixou uma vasta contribuição e conhecimento para a Humanidade, que foi registado/registrado em 36 livros sobre teologia e filosofia, além de 6 sobre medicina.

O estudo sobre sua filosofia é denominado Hermetismo. 

Hermes Trismegisto foi inspiração para diversos pensadores da Antiguidade, tais como, Sócrates, Platão e Aristóteles.

 

"Os Princípios da Verdade são 7; Aquele que os conhece perfeitamente, possui a Chave Mágica com a qual todas as Portas do Templo podem ser abertas completamente." − O CAIBALION

 

Os 7 Princípios são:

Lei do Mentalismo
Lei da Correspondência
Lei da Vibração
Lei da Polaridade
Lei do Ritmo
Lei do Género
Lei da Causa e Efeito

 

1. Lei do Mentalismo:

"O Todo é Mente; O Universo é Mental."  “O Todo é Pura Consciência e Mente Criadora.”

 

Este Princípio contém a verdade que Tudo é Mente. Explica que O TODO (que,é a Realidade substancial que se oculta em todas as manifestações e aparências que conhecemos sob o nome de Universo Material, Fenómenos da Vida, Matéria, Energia, numa palavra, sob tudo o que tem aparência aos nossos sentidos materiais) é ESPÍRITO, é Incognoscível e Indefinível em si mesmo, mas pode ser considerado como uma MENTE VIVENTE INFINITA e UNIVERSAL. Ensina também que todo o mundo fenomenal ou universo é simplesmente uma Criação Mental do TODO, sujeita às Leis das Coisas criadas, e que o universo, como um todo, em suas partes ou unidades, tem sua existência na mente do TODO, em cuja Mente vivemos, movemos e temos a nossa existência. Este Princípio, estabelecendo a Natureza Mental do Universo, explica todos os fenómenos mentais e psíquicos que ocupam grande parte da atenção pública, e que, sem tal explicação, seriam ininteligíveis e desafiariam o exame científico.

 

A compreensão deste Princípio hermético do Mentalismo habilita o indivíduo a abarcar prontamente as leis do Universo Mental e a aplicar o mesmo Princípio para a sua felicidade e adiantamento. O estudante hermetista ainda não sabe aplicar inteligentemente a grande Lei Mental, apesar de empregá−la de maneira casual.

 

2. Lei da Correspondência:
"O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima." 

“Assim como é em cima (macrocosmos) é em baixo ( microcosmos).” “O que está dentro reflete no que está fora e vice-versa.”


Este Princípio contém a verdade que existe uma correspondência entre as leis e os fenómenos dos diversos planos da Existência e da Vida. O velho axioma hermético diz estas palavras:

"O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que está em cima."
A compreensão deste Princípio dá ao homem os meios de explicar muitos paradoxos obscuros e segredos da Natureza. Existem planos fora dos nossos conhecimentos, mas quando lhes aplicamos o Princípio de Correspondência chegamos a compreender muita coisa que de outro modo nos seria impossível compreender. Este Princípio é de aplicação e manifestação universal nos diversos planos do universo material, mental e espiritual: é uma Lei Universal.

Como, o filósofo grego, Sócrates, já dizia: 

“Homem conhece-te a ti mesmo e conhecerás Deus e o Universo!”

 

3. Lei da Vibração:
"Nada está parado; tudo se move; tudo vibra." “Tudo na Criação é movimento, energia e vibração!”


Este Princípio encerra a verdade que tudo está em movimento: tudo vibra; nada está parado; facto que a Ciência moderna observa, e que cada nova descoberta científica tende a confirmar. E contudo este Princípio hermético foi enunciado há milhares de anos pelos Mestres do antigo Egipto sendo então do conhecimento da Ciência Iniciática há muitos milhares de anos.

Este Princípio explica que as diferenças entre as diversas manifestações de Matéria, Energia, Mente e Espírito, resultam das ordens variáveis de Vibração. Desde O TODO, que é Puro Espírito, até a forma mais grosseira da Matéria, tudo está em vibração; quanto mais elevada for a vibração, tanto mais elevada será a posição na escala. A vibração do Espírito é de uma intensidade e rapidez tão infinitas que praticamente ele está parado, como uma roda que se move muito rapidamente parece estar parada.

Na extremidade inferior da escala estão as grosseiras formas da matéria, cujas vibrações são tão vagarosas que parecem estar paradas ou estagnada. Entre estes pólos existem milhões e milhões de graus diferentes de vibração. Desde o corpúsculo e o elétron/electrão, desde o átomo e a molécula, até os mundos e universos, tudo está em movimento vibratório. Isto é verdade nos planos da energia e da força (que também variam em graus de vibração); nos planos mentais (cujos estados dependem das vibrações), e também nos planos espirituais.

 

4. Lei da Polaridade:
"Tudo é Duplo; tudo tem pólos; tudo tem o seu oposto;o igual e o desigual são a mesma coisa; os opostos são idênticos em natureza, mas diferentes em grau; os extremos se tocam; todas as verdades são meias verdades; todos os paradoxos podem ser reconciliados." “Tudo na Criação se manifesta através da polaridade.”

 

Este Princípio encerra a verdade: tudo é Duplo; tudo tem dois pólos; tudo tem o seu oposto, que formava um velho axioma hermético. Ele explica os velhos paradoxos, que deixaram muitos homens perplexos, e que foram estabelecidos assim: A Tese e a Antítese são idênticas em natureza, mas diferentes em grau; os opostos são a mesma coisa, diferindo somente em grau; os pares de opostos podem ser reconciliados; os extremos se tocam; tudo existe e não existe ao mesmo tempo; todas as verdades são meias−verdades; toda verdade é meio−falsa; há dois lados em tudo, etc., etc. Ele explica que em tudo há dois pólos ou aspectos opostos, e que os opostos são simplesmente os dois extremos da mesma coisa, consistindo a diferença em variação de graus. Por exemplo: o Calor e o Frio, ainda que sejam; opostos, são a mesma coisa, e a diferença que há entre eles consiste simplesmente na variação de graus dessa mesma coisa.

Princípio se manifesta no caso da Luz e da Obscuridade, que são a mesma coisa, consistindo a diferença simplesmente nas variações de graus entre os dois pólos do fenómeno. Onde cessa a obscuridade e começa a luz? Qual é a diferença entre o grande e o pequeno? Entre o forte e o fraco? Entre o branco e o preto? Entre o perspicaz e o néscio? Entre o alto e o baixo? Entre o positivo e o negativo.

O Princípio de Polaridade explica estes paradoxos e nenhum outro Princípio pode excedê−lo. O mesmo Princípio opera no Plano mental. Permitiu−nos tomar um exemplo extremo: o do Amor e o ódio, dois estados mentais em aparência totalmente diferentes. E, apesar disso, existem graus de ódio e graus de Amor, e um ponto médio em que usamos dos termos Igual ou Desigual, que se encobrem mutuamente de modo tão gradual que às vezes temos dificuldades em conhecer o que nos é igual, desigual ou nem um nem outro. E todos são simplesmente graus da mesma coisa, como compreendereis se meditardes um momento. E mais do que isto (coisa que os Hermetistas consideram de máxima importância), é possível mudar as vibrações de ódio em vibrações de Amor, na própria mente de cada um de nós e nas mentes dos outros.

 

Os opostos se complementam, são extremos da mesma realidade:

O polo positivo e o negativo, produzem corrente elétrica.
O claro e o escuro são manifestações da luz.
Através dos opostos a verdade se revela.


Se não fossem os contrastes não existiria:

experiência;
aprendizagem
aperfeiçoamento
e transformação.
Temos a possibilidade de nos autoconhecer e enxergar através dos opostos.

 

5. Lei do Ritmo:
"Tudo tem fluxo e refluxo; tudo, em suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o ritmo é a compensação."


Este Princípio contém a verdade que em tudo se manifesta um movimento para diante e para trás, um fluxo e refluxo, um movimento de atracção e repulsão, um movimento semelhante ao do pêndulo, uma maré enchente e uma maré vazante, uma maré alta e uma maré baixa, entre os dois pólos, que existem, conforme o Princípio de Polaridade de que tratamos há pouco. Existe sempre uma acção e uma reacção, uma marcha e uma retirada, uma subida e uma descida. Isto acontece nas coisas do Universo, nos sóis, nos mundos, nos homens, nos animais, na mente, na energia e na matéria.

 

6. Lei do Género (Yin e Yang):
"O Género está em tudo; tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino; o género se manifesta em todos os planos."


Este princípio encerra a verdade que o género é manifestado em tudo; que o princípio masculino e o princípio feminino sempre estão em acção. Isto é certo não só no Plano físico, mas também nos Planos mental e espiritual. No Plano físico este Princípio se manifesta como sexo, nos planos superiores toma formas superiores, mas é sempre o mesmo Princípio.
O Princípio de Género opera sempre na direcção da geração, regeneração e criação.Todas as coisas e todas as pessoas contêm em si os 2 Elementos deste grande Princípio.
Todas as coisas machos têm também o Elemento feminino; todas as coisas femininas têm o Elemento masculino. Se compreenderdes a filosofia da Criação, Geração e Regeneração mentais, podereis estudar e compreender este Princípio hermético. Ele contém a solução de muitos mistérios da Vida.

 

7. Lei da Causa e Efeito:
"Toda a Causa tem seu Efeito, todo Efeito tem sua Causa; tudo acontece de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei."

 

Este princípio contém a verdade que há uma Causa para todo o Efeito e um Efeito para toda a Causa. Explica que: Tudo acontece de acordo com a Lei, nada acontece sem razão, não há coisa que seja casual; que, no entanto, existem vários planos de Causa e Efeito, os planos superiores dominando os planos inferiores, nada podendo escapar completamente da Lei.

 

De Tábua de Esmeralda

Olhar Cósmico

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.