Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Abril 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens


Comentários recentes

  • Anónimo

    Tão felizes mas a mulher fugiu para a Alemanha!

  • Anónimo

    www.paulownia.pt

  • Cátia Mendes

    Não é só na escola que continuam a ensinar o mapa ...


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Bolívia: Lei protege os direitos da Mãe Terra/Gaia

Domingo, 02.04.17

A lei boliviana começou a ganhar contornos em 2009, tendo sido proposta primeiramente em 2010 e passou a lei  em 2012. Assim a Bolívia, criou uma lei que considera o planeta como ele realmente é, 1 ser vivo.

O presidente boliviano, Evo Morales, promulgou na segunda-feira, dia 15 de Outubro de 2012 a lei da Mãe Terra e do desenvolvimento integral para viver bem, a qual tem como objetivo buscar o desenvolvimento integral em harmonia e equilíbrio com a natureza. Morales ressaltou que se não se preservar a natureza - Mãe Terra, Pachamama, o ambiente ou como for chamada -, se ela não for cuidada, não haverá vida.

A nova legislação garante a continuação de geração dos componentes e sistemas de vida da Mãe Terra, ao passo que recupera e fortalece os saberes locais e conhecimentos ancestrais.

Segundo o mandatário, os bolivianos devem pensar em trabalhar para viver bem, não para ficarem ricos, e sim para ter o que necessitam. Explicou que o debate principal está em como preservar a Mãe Terra, tanto interna como externamente.

Por outro lado, o vice-presidente boliviano Álvaro García Linera argumentou que a nova legislação introduz os conceitos ancestrais de preservar a natureza porque é um ser vivo.

Esta lei introduz a concepção indígena ancestral da natureza como ser vivo, no qual os seres humanos são uma criatura a mais, e não podem maltratar a natureza porque é mais importante do que nós, por isso tem direito à vida.

O presidente da Assembleia Legislativa disse,  uma bonita lei nasceu das organizações sociais para converter em lei dos bolivianos e bolivianas o modo de pensar e viver das nações primitivas.

A lei também inclui o conceito de “justiça climática” para reconhecer o direito de reivindicar um desenvolvimento integral ao povo boliviano e as pessoas afectadas pela mudança climática.

Ela também cria um Fundo Multinacional da MÃE TERRA e outro de Justiça Climática para obter e administrar recursos financeiros estaduais e estrangeiros para impulsionar acções sobre a mudança climática.

Ela também afirma que “as terras públicas serão dotadas, distribuídas e redistribuídas de maneira equitativa com prioridade para as mulheres, os povos indígenas originários camponeses, comunidades interculturais e afro-bolivianos que não possuem terra.

Também é proposto “a eliminação da concentração de propriedade da terra ou latifúndios e outros componentes da Mãe Terra nas mãos de latifundiários“. 

E quem causar dano acidental ou intencional à Mãe Terra ou de seus sistemas vivos deve garantir a reabilitação das áreas, caso contrário, sofrerá responsabilidades legais.

A nova lei declara que os crimes relacionados com a Mãe Terra são “inalienáveis“, que não se aplica a eles o benefício da suspensão condicional da pena e os reincidentes terão sanções bem mais graves.

 

O direito à vida: a lei destina-se a manter a integridade dos sistemas de vida e dos processos naturais que lhes dão suporte. Também fazem parte, as capacidades e as condições para sua renovação

O direito à diversidade da vida: a lei destina-se a preservar a distinção e a diversidade das componentes, as quais fazem parte da Mãe Terra; Nem que elas podem ser geneticamente modificados ou de alguma forma nas suas estruturas modificadas artificialmente, de que daí possa resultar no futuro uma potencial ameaça à sua existência ou funcionamento

O direito à água: o direito à preservação da qualidade e à composição natural da água, destina-se a preservar os sistemas de vida e a protegê-los, em particular, contra a contaminação, para renovar a vida e todos os seus componentes da Mãe Terra

O direito ao ar limpo: o direito à preservação da qualidade e à composição natural do ar, destina-se a preservar os sistemas de vida e a protegê-los, em particular, contra a contaminação, para renovar a vida e todos os seus componentes da Mãe Terra

O direito ao equilíbrio: o direito à preservação ou recuperação das interacções, interdependência mútua, bem como a capacidade para complementar a funcionalidade entre si dos seres da Mãe Terra; Isto deve ser feito de forma equilibrada, de modo a que os ciclos possam continuar e seus processos vitais renovados

O direito à recuperação: o direito à efectiva e oportuna recuperação dos sistemas de vida, que directa ou indirectamente são influenciados pelas actividades humanas

O direito de viver sem contaminação: o direito à preservação da Mãe Terra e de todos os seus componentes destina-se, em particular, no que se refere à protecção contra toxinas ou lixo radioactivo, resíduos que são gerados pelas actividades humanas

 Obs.:

Uma boa lei para passar a ser lei não só na Bolívia como também em todos os países latinos. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos


3 comentários

De belisa a 02.04.2017 às 10:47

"os bolivianos devem pensar em trabalhar para viver bem, não para ficarem ricos, e sim para ter o que necessitam" ..."a nova legislação introduz os conceitos ancestrais de preservar a natureza porque é um ser vivo.
Esta lei introduz a concepção indígena ancestral da natureza como ser vivo, no qual os seres humanos são uma criatura a mais, e não podem maltratar a natureza porque é mais importante do que nós, por isso tem direito à vida."

Grandes princípios que para mim são lei para pôr em prática...é tão simples perceber que isto é claro como a água cristalina...

De belisa a 02.04.2017 às 13:14

"os bolivianos devem pensar em trabalhar para viver bem, não para ficarem ricos, e sim para ter o que necessitam" ..."a nova legislação introduz os conceitos ancestrais de preservar a natureza porque é um ser vivo.
Esta lei introduz a concepção indígena ancestral da natureza como ser vivo, no qual os seres humanos são uma criatura a mais, e não podem maltratar a natureza porque é mais importante do que nós, por isso tem direito à vida."

Grandes princípios que para mim são lei para pôr em prática...é tão simples perceber que isto é claro como a água cristalina...

De Gilberto a 02.04.2017 às 22:47

Uma bonita lei que devia ser imediatamente ser transcrita para todas as constituições dos países que estiverem com sérias intenções de melhorarem a qualidade de vida neste planeta.
Obrigado pela colocação desse artigo.

Comentar post








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.