Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Junho 2016

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

subscrever feeds


Comentários recentes

  • Anónimo

    As pirâmides enorme da Bósnia para além de serem g...

  • Anónimo

    Já verificaram como este verão está a ser um dos m...

  • Anónimo

    musica da boahttps://www.youtube.com/watch?v=rSFfa...


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Equador: As árvores que se movem

Segunda-feira, 20.06.16

Árvores da Reserva Biosfera Sumaco, perto de Quito, no Equador, correspondem ao imaginário dos fãs dos épicos filmes “O Senhor dos Anéis”. Isto porque são árvores que andam. Literalmente, uma vez que se movem alguns centímetros por dia.

No interior profundo da Reserva, as espécies Palm ou Cashapona migram lentamente através do deserto com novas raízes a substituir as antigas. Este crescimento de novas raízes leva a que a árvore se arraste um pouco, o que faz com que a árvore ande alguns centímetros em apenas um dia.

A “Socratea exorrhiza” é uma palmeira nativa dos trópicos da América Central e da América do Sul. Pode atingir até 25 metros de altura e é polinizada por besouros, sendo as suas sementes e mudas uma fonte de alimento para muitos dos animais que vivem no seu ecossistema.

Estas palmeiras são frequentemente encontradas em áreas húmidas e as suas raízes são de crescimento rápido. “À medida que o solo se desgasta crescem novas e longas raízes até que a árvore encontra um terreno novo e mais sólido, o que pode acontecer até 20 metros”, segundo o especialista em botânica Peter Vrsansky da Academia de Ciências de Bratislava, Eslováquia.

Vrsansky avança ainda que “à medida que as raízes se instalam na nova terra e a árvore se dobra, pacientemente, para as suas novas raízes as antigas começam a levantar-se lentamente no ar. O processo de mudança da árvore para um novo local, com melhor luz solar e terreno mais sólido pode demorar alguns anos.”

No entanto, as raízes também podem regredir perante um ambiente em mudança. Por exemplo, se uma árvore cair sobre uma jovem “palmeira andante” esta pode reposicionar-se de modo a ficar distante da árvore caída.

A sua capacidade de adaptação pode fazer com que seja inserida em novos nichos ecológicos, uma vez que as florestas tropicais estão em risco, quer no Equador como noutros locais do planeta.

 

Fonte:

sapo

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.