Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens


Comentários recentes

  • Anónimo

    As pirâmides enorme da Bósnia para além de serem g...

  • Anónimo

    Já verificaram como este verão está a ser um dos m...

  • Anónimo

    musica da boahttps://www.youtube.com/watch?v=rSFfa...


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Amazonas: Descoberta revolucionária

Quarta-feira, 04.05.16

Cientistas anunciam que na foz do rio há um recife de coral "gigantesco", maior que as áreas metropolitanas do Rio e de São Paulo. Revelação quebra paradigma vigente e pode ajudar a estudar ecossistemas semelhantes.

A água doce do rio Amazonas, repleta de sedimentos, desemboca no Oceano Atlântico. Até agora, acreditava-se que a pouca luminosidade e o baixo nível de oxigénio, assim como a elevada acidez do rio, resultavam numa espécie de ruptura nos recifes de corais que ocupam a costa do continente sul-americano. Mas uma equipe de cientistas acaba de revolucionar essa crença.

Pesquisadores brasileiros e estadunidenses revelaram a existência de um recife de coral com cerca de mil quilómetros de extensão na foz do rio Amazonas, entre a fronteira da Guiana Francesa e o estado do Maranhão.

"Esta é a primeira vez que um recife foi descoberto em tais condições", disse Fabiano Thompson, um dos cientistas da equipe. "Consta nos livros que é impossível haver recifes em áreas desse tipo, que recifes não se formam na foz de grandes rios, como o Amazonas e o Ganges, por causa das águas ácidas e repletas de sedimentos."

Rico ecossistema

No recife do Amazonas, os pesquisadores identificaram 61 diferentes tipos de esponjas – incluindo três novas espécies – e 73 espécies de peixes, assim como lagostas e ofiuroides. Devido à baixa luminosidade, o recife contém poucos corais, sendo dominado pela esponjas e por um tipo de alga marinha de aparência semelhante à dos corais.

Diferentemente dos recifes de coral tropicais, o do Amazonas depende menos da fotossíntese de mais da quimiossíntese – processo bioquímico e microbiano que produz matéria orgânica a partir de minerais, e não da luz.

O recife do Amazonas fica na plataforma continental, a cerca de 80 quilômetros da costa, numa profundidade de até 120 metros – mais fundo do que recifes de coral costumam ocorrer.

Peixes e esponjas associados a corais foram registrados na área pela primeira vez em 1977, e em 1999, corais foram encontrados no extremo sul da foz do rio. 

"Havia uma pequena evidência nos estudos de 1977 e 1999. O recife está totalmente vivo, abrigando grande quantidade de peixes e lagostas."

Exemplo útil

Os pesquisadores acreditam que estudar o recife poderia fornecer insights sobre como ecossistemas de corais lidam com condições não ideais, com implicações para outros corais mundo afora, que enfrentam pressão crescente das mudanças climáticas e da acidificação dos mares.

No entanto, o próprio recife amazônico pode estar em risco diante de uma ameaça ainda mais imediata que o aquecimento global: a prospecção de petróleo. Num artigo publicado na revista Science Advances, os cientistas apontam que 125 blocos petrolíferos foram oferecidos para perfuração ao longo da plataforma amazônica. Desses, 20 "em breve estarão produzindo petróleo próximo do recife de coral".

Portanto, seriam necessários estudos mais abrangentes sobre a biodiversidade da área. "Atividades industriais de larga escala desse tipo representam um grande desafio ambiental. Empresas deveriam catalisar uma avaliação socioecológica mais completa sobre o sistema [de recifes]", escreveram os pesquisadores.

Até agora, os cientistas mapearam mil quilômetros quadrados – cerca de um nono da área total do recife, que é maior do que as regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Fonte:

dw

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.