Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


calendário

Janeiro 2019

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Pesquisar

 

Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

subscrever feeds


Comentários recentes

  • Anónimo

    musica da boahttps://www.youtube.com/watch?v=rSFfa...

  • Anónimo

    boa musica tradicional, natureza e harmoniahttps:/...

  • Anónimo

    interessante


Notas





BPT


Atenção: Este blogue, não visa substituir o seu técnico de saúde de sua confiança!

As informações contidas neste blogue não substitui de forma alguma a consulta de um profissional de saúde de sua confiança. Consulte sempre o seu profissional de saúde sobre qualquer assunto relativo à sua saúde e bem-estar, bem como os seus tratamentos e outros. Embora sejam tomados cuidados para as informações contidas neste blogue estejam correctas, algumas informações nos artigos deste blogue podem conter erros dos mais variados aspectos, pelo qual este blogue não se responsabiliza de nenhuma forma. Somente uma visita física ao seu técnico de saúde lhe pode fornecer as informações e cuidados que melhor se adequam a si/vc. As informações contidas neste blogue não se destinam a serem usadas como um substituto ou aconselhamento profissional. Quaisquer dúvidas ou preocupações que você tenha sobre sua saúde devem ser discutidas com seu técnico de saúde. Por favor, note que a informação sobre a saúde está a mudar constantemente. Portanto, algumas informações podem estar desactualizadas. Os comentários publicados são da responsabilidade dos seus autores e dos leitores que dele fizerem uso. Os comentários não reflectem a opinião do blogue. Ao visitar este blogue você concorda com estes termos.


A cura

Paracelsus: "O que cura é o amor."

Maravilhas mundiais: Visitar o lago Baical

Sábado, 16.04.16

Imagine tirar férias em uma terra de aldeias da Idade da Pedra e animais exóticos como as focas de água doce, os ratos-almiscarados e as zibelinas/libelinhas. Os mosquitos podem diminuir um pouco a sensação de paraíso, mas o lago mais profundo do mundo é um destino cada vez mais popular entre os turistas aventureiros.

O lago Baikal contém um quinto da reserva mundial de água doce e abriga mais de 2 mil espécies de plantas e animais, duas vezes mais do que qualquer outro lago do planeta.

Localizado no extremo sul da Sibéria, longe dos destinos turísticos mais convencionais, o Baical/Baikal impressiona os visitantes com seus 31,5 mil quilômetros quadrados de charme natural e paisagens únicas, cheias de espécies de flora e fauna que só existem ali. Além da nerpa, um tipo raro de foca, e do delicioso peixe omul, muito popular na culinária local, o lago guarda 20% de toda a reserva natural de água doce do mundo e é considerado o mais profundo do planeta, chegando a 1.750 metros em alguns pontos.

O lago Baical é um dos maiores lagos do planeta Terra/Gaia, com mais de 25 milhões de anos é o lago mais antigo do mundo.

Depois de ter sido colocado na lista dos Patrimônios Mundiais da Humanidade da Unesco, o local tornou-se alvo de expedições científicas e de turistas, que, normalmente, vêm pela ferrovia Transiberiana, descem do trem na capital local Irkutsk e chegam ao confortável e cada vez mais desenvolvido povoado de Listvianka (localizado a 65 km de Irkutsk).

Os turistas, geralmente europeus e japoneses, costumam aparecer na região entre julho e agosto, para evitar o frio. Nessa época, o clima é ideal para caminhadas, passeios de bicicleta, canoagem, acampamento e pesca. E também para uma das principais atrações do local:  a tradicional “bania”, uma sauna no tradicional estilo russo.

Mas quem gosta do inverno pode desfrutar de um passeio de trenó puxado por cães ou passear sobre o lago, cuja superfície fica completamente congelada nesse período.

Primor natural

O Baical é mais do que um simples lago; alguns siberianos o veem como sagrado. Além disso, sua importância em termos de ecossistema e água salgada é global. São 600 quilômetros de extensão e 1.600 metros de profundidade, onde mais de 300 rios desembocam.

A paisagem ao redor consiste de montanhas, taiga e permafrost (subsolo que fica congelado a maior parte do ano) as densas florestas cheias de frutas e diferentes tipos de cogumelos.

Bétulas, cedros, pinheiros, abetos e outros tipos de árvore crescem nas suas margens, bem como videiras silvestres e orquídeas. Entre os animais que compõem sua fauna, estão alces, veados, ursos, linces e esquilos, bem como aves raras.

Essas atrações, junto com as nascentes de água mineral quente, igrejas de madeiras, ilhas e monumentos pré-históricos, indicam que a área é rica em recursos que poderiam atrair um grande número de visitantes. Desenvolver a infraestrutura para tornar esses tesouros acessíveis é um objetivo grandioso, mas também um desafio constante.

 

Olkhon 

Localizada a aproximadamente 320 km ao norte da capital da região, Olkhon é uma área que manteve sua natureza selvagem. A ilha é a maior dentre as 27 que o lago possui e, para se chegar até ela é preciso pegar um táxi especial ou um ônibus/autocarro partindo de Irkutsk. As estradas deixam muito a desejar, por isso a jornada dura meio dia e só termina com a balsa que desembarca no maior povoado da ilha, Khujir. Quem se aventura, porém, nunca se arrepende.

O tempo parece ter parado na ilha, onde a eletricidade só chegou em 2005 e  1,5 mil habitantes estão a salvo da vida agitada e estressante de qualquer cidade.

Devido a sua localização, Olkhon é o lugar perfeito para encontrar antigos habitantes da Buriátia e siberianos típicos, que são considerados diferentes dos outros russos pela sua maior exposição aos elementos naturais. Eles se sentem orgulhosos de viver em harmonia com a natureza, respeitando sua força e tradição. Os buriates locais, por exemplo, veneram a pedra de Shamanka (localizada na costa oeste de Olkhon), uma das muitas áreas nos arredores do Baikal que são consideradas sagradas.

O consequente aumento do número de turistas, no entanto, vem causando receios quanto à depredação do meio ambiente e da cultura pelos visitantes. Por isso, os turistas são aconselhados a respeitar as crenças locais e a evitar tirar fotos do xamã ou destruir os artefatos sagrados, como marcações especiais nas árvores e oferendas de roupas e moedas.

De qualquer maneira, Olkhon oferece aos visitantes um cenário bastante diverso. Montanhas íngremes preenchem sua costa oriental, enquanto, em outros pontos, os turistas exploram florestas, estepes e até mesmo um pequeno deserto.

Hospedagem

Para desfrutar de tudo isso, uma área com hospedarias foi montada e uma infinidade de albergues recebe turistas de todas as partes do mundo, sendo o mais famoso deles a Hospedaria do Nikita, comandada pelo morador e preservador ambiental Nikita Bentcharov.

A ilha também possui um museu, áreas de lazer para crianças, uma livraria com materiais em inglês e em alemão e até mesmo um pequeno zoológico.

Abundância

O albergue de Bentcharow contraria o velho estereótipo russo e não recebe os turistas com vodca à vontade. Ali, bebedeiras não são bem-vindas, mas, em contrapartida, os turistas são recebidos com deliciosos pratos típicos da culinária siberiana, abundantes no tamanho das porções e na variedade. 

Os viajantes acostumados com Moscou/Moscovo são surpreendidos pelos preços locais: por 750 rublos (cerca de R$ 40 / menos de 20 euros) é possível reservar uma tradicional cabana siberiana com direito a três refeições por dia. E se optar por um dos diversos passeios de Nikita pela ilha, ganha-se ainda um generoso almoço.

O aumento do turismo chegou a saturar o local, principalmente em relação a hospedagens, mas Bentcharow contornou o  problema, recomendando aos hóspedes também regiões vizinhas. Tudo para evitar que a já tradicional hospitalidade da ilha se transforme em uma verdadeira relíquia.

7 motivos para visitar o Baical

1   É o maior, mais profundo e mais antigo lago de água doce do mundo.

2   Tem 848 espécies de animais nativos e 133 espécies de plantas.

3     É o lugar ideal para ecoturismo e caminhadas, rafting, natação, canoagem, passeios de bicicleta ou a cavalo...

4   Quem quer só descansar, curtindo o visual à beira do lago, pode se ajeitar em confortáveis tendas ou barracas, que são alugadas por ali mesmo.

5   É um ponto de encontro de diferentes crenças naturais: pode-se tanto assistir aos rituais de dança dos xamãs siberianos como meditar no monastério budista local.

6   É considerado Património Mundial da Humanidade pela Unesco desde 1996.

7   O Baical foi um dos candidatos ao título de Sete Maravilhas da Natureza em 2008.

 

NOTA:

Convém aprender algumas frases chave em russo e saber ler o idioma (alfabeto cirílico), já que praticamente quase ningém fala outro idioma estrangeiro a não ser alemão e quando o estrangeiro fala inglês os russos olham desconfiados. As sanções contra os russos/Rússia, levou a que os russos sintam cada vez mais patriotas pelo seu país, costumes e idioma.

Só os chineses e os brasileiros, que eu saiba, não precisam de visto, os europeus de um modo geral necessitam de um visto para visitar o país. 

 

 

 

O vídeo seguinte, demorou 2 anos a ser feito:

Fontes:

Gazeta Russa

Ciberrede

sputnik

Autoria e outros dados (tags, etc)

A água é de todos








Ciência Iniciática

O espírito domina a matéria.